Base de conhecimento  /  Gerenciador de aplicativos em nuvem  /  Automatização de implementações
Base de conhecimento  /  Gerenciador de aplicativos em nuvem  /  Automatização de implementações

Modelos Jinja para vairáveis

Atualizado por Julio Castanar em dez 28, 2018
Código do artigo: kb/404

Neste artigo:

Visão geral

Este artigo se destina a auxiliar os clientes do Cloud Application Manager que desejam criar e gerenciar caixas.
Explica como usar as convenções de sintaxe da variável: a sintaxe Jinja2.
Ao configurar uma implementação de aplicativo em uma caixa, você pode definir seus parâmetros de implementação como variáveis. Para que o Cloud Application Manager os execute em uma implementação, eles precisam ser referenciados nos scripts de evento de configuração seguindo a sintaxe Jinja2 nessas seções. Jinja2 é uma linguagem de templates em Python que seguimos para as convenções de sintaxe de variáveis.

Público

Usuários do Cloud Application Manager que utilizam recursos de Application Lifecycle Management (ALM - gerenciamento de ciclo de vida de aplicativos).

Pré-requisitos

  • Acesso ao site Applications (módulo Application Lifecycle Management) do Cloud Application Manager como um usuário autorizado de uma conta ativa do Cloud Application Manager.

  • Uma caixa já configurada no Cloud Application Manager. Consulte administrar provedores.

Sintaxe para variáveis ​​do tipo associação (binding)

Uma variável de tipo associação (binding) permite conectar-se a um ou mais serviços em execução em uma infraestrutura separada.
As associações (bindings) fornecem dados como URL em cadeia de conexão ou valores de ambiente ou variável das instâncias para as quais elas apontam.

Além de configurar as associações (bindings), você pode referenciá-las em scripts de eventos de caixa para derivar dados para habilitar a conectividade da instância.

Para obter valores de associações (bindings) nos scripts de eventos da caixa primária, siga esta sintaxe:

  • Retorna o valor da variável na instância para a qual a associação (binding) aponta:

    `{{ binding_variable_name.variable }}` or `{{ binding_variable_name[n].variable }}`
    

    Aqui, "n" refere-se a uma instância específica relacionada à associação (binding).

  • Retorna o endereço público da instância para a qual a associação (binding) aponta:

    `{{ binding_variable_name.address.public }}`
    
  • Retorna o endereço particular da instância para a qual a associação (binding) aponta:

    `{{ binding_variable_name.address.private }}` 
    

Para obter valores de associações (bindings) nas caixas secundárias, siga esta sintaxe.

  • Fornece o valor da variável em uma caixa vinculada na variável do tipo caixa.

    `{{ boxtype_variable_name.binding_variable_name.variable }}`
    

Sintaxe para outros tipos de variáveis

Use outros tipos de variáveis ​​para obter ou definir valores de configuração dinâmica na implementação. Para obter ou definir valores, consulte as variáveis ​​nos scripts de eventos da caixa primária. Na caixa primária, você pode consultar variáveis dela e também as das caixas secundárias.

Para obter valores de variáveis ​​nos scripts de eventos da caixa primária, siga esta sintaxe:

  • Retorna o valor da variável.

    `{{ variable_name }}`
    
  • Retorna o valor da variável na variável do tipo caixa. É dessa forma que você obtém valores de variáveis ​​em caixas secundárias.

    `{{ boxtype_variable_name.variable_name }}`
    

    Observação: não há limite para o número de caixas secundárias que você pode percorrer. Por exemplo, para obter o valor de uma variável de uma caixa aninhada em dois níveis de profundidade, use esta sintaxe:

    `{{ boxtype_variable_name.boxtype_variable_name.variable_name }}`
    

Para definir ou alterar valores de variáveis ​​nos scripts de eventos da caixa primária, siga esta sintaxe com o comando set.

  • Define o valor da variável:

    `<variable_name> <variable_value>`
    
  • Define o valor da variável na variável do tipo caixa. É dessa forma que você define valores para variáveis ​​nas caixas secundárias:

    elasticbox set `<boxtype_variable_name>.<variable_name> <variable_value>`
    

Para exemplos, consulte o Comando set.

Sintaxe para variáveis ​​de sistema

Além das variáveis ​​criadas, todas as caixas implementadas pelo Cloud Application Manager usam variáveis ​​do sistema. Elas representam os ativos do Cloud Application Manager usados ​​para uma implementação, como ambiente ou caixa. Elas também contêm informações sobre a infraestrutura virtual, como endereços IP públicos, privados e máquinas virtuais ou serviços.

Para obter valores de variáveis ​​de implementação padrão em scripts de eventos da caixa primária, siga esta sintaxe:

Variável Valor retornado
{{ environment }} Nome do ambiente em que a caixa está implementada como uma caixa implementada para
{{ machine }} Nome da infraestrutura virtual em que o Cloud Application Manager executa o script.
Ela tem o formato eb-XXXXX-1.
{{ instance }} ID para a instância no formato i-XXXXXX.
{{ service }} ID dinâmico para o tipo de serviço usado para gerar máquinas e serviços para a instância. O Cloud Application Manager usa esse ID de serviço, o eb-XXXXX, para criar recursos com o provedor, como servidores, grupos de segurança e outros.
{{ service.provider_type }} Nome descritivo do tipo de provedor subjacente onde a instância foi implementada.
{{ addresses }} Endereços IP públicos e privados de todas as instâncias implementadas para uma caixa.
{{ address.public }} Endereço IP público da instância atual.
{{ address.private }} Fornece o endereço IP privado da instância atual.
{{ box }} Nome da caixa primária implementada.
{{ folder }} Caminho do diretório de trabalho atual (CWD) em que o Cloud Application Manager executa scripts na instância.

Observação: quando a instância é provisionada em um serviço, como a AWS RDS, o Cloud Application Manager armazena as informações de implementação nessas variáveis:

Variável Valor retornado
{{ address.public }} Endereço IP público da instância.
{{ address.private }} Endereço IP privado da instância.
{{ username }} Nome de usuário da instância.
{{ password }} Senha da instância.

Como contatar o suporte do Cloud Application Manager

Lamentamos que você tenha encontrado um problema com o Cloud Application Manager. Consulte as dicas de troubleshooting ou entre em contato com o suporte do Cloud Application Manager e apresente detalhes e capturas de tela, conforme possível.

Para problemas relacionados a chamadas de API, envie o corpo da solicitação junto com os detalhes referentes ao problema.

Em caso de erro de caixa, compartilhe a caixa no espaço de trabalho que sua organização e o Cloud Application Manager podem acessar e anexe os registros.

  • Linux: SSH e localize o registro em /var/log/elasticbox/elasticbox-agent.log
  • Windows: RDP na instância para localizar o registro em \ProgramData\ElasticBox\Logs\elasticbox-agent.log
Powered by Translations.com GlobalLink OneLink SoftwarePowered By OneLink