Base de conhecimento  /  Gerenciador de aplicativos em nuvem  /  Conceitos básicos
Base de conhecimento  /  Gerenciador de aplicativos em nuvem  /  Conceitos básicos

Espaços de trabalho, centros de custo, organizações e compartilhamento

Atualizado por Sergio Quintana e Guillermo Sanchez em set 20, 2019
Código do artigo: kb/433

Neste artigo:

Visão geral

Este artigo orienta os clientes do Cloud Application Manager em relação aos conceitos de espaços de trabalho, centros de custo, organizações e como compartilhá-los com outros usuários.

Público

Todos os usuários do Cloud Application Manager.

Pré-requisitos

Uma conta ativa do Cloud Application Manager.

Apresentação

No Cloud Application Manager, as caixas permitem a entrega dos aplicativos de forma previsível. O compartilhamento permite que outras pessoas reutilizem a configuração da sua caixa ou trabalhem colaborativamente para construir aplicativos melhores.

O Cloud Application Manager permite que você compartilhe três tipos de ativos: caixas, instâncias e provedores. Compartilhamento de caixas, instâncias e provedores Ao compartilhar, você decide o nível de acesso que funciona melhor. Compartilhe com usuários ou com espaços de trabalho e atribua a eles acesso para visualização ou edição.

No Cloud Application Manager, é possível organizar os usuários para dar-lhes acesso a diversos ativos ao mesmo tempo. Os usuários podem ser membros de espaços de trabalho, centros de custo e organizações.

Esses contextos têm estrutura hierárquica de níveis de escopo no Cloud Application Manager. Uma Organização agrupa um conjunto de centros de custo. Um Centro de custo inclui espaços de trabalho e, por fim, um Espaço de trabalho inclui diversos ativos: instâncias, caixas e provedores. Instâncias, caixas e provedores.

Ao fazer login pela primeira vez no Cloud Application Manager, você possui apenas um espaço de trabalho pessoal chamado Meu espaço de trabalho. Depois, você pode ser convidado como membro para outros Espaços de trabalho, Centros de custo ou Organizações.

Espaços de trabalho

Os espaços de trabalho são a forma mais comum para que os usuários colaborem em um conjunto de instâncias, caixas e provedores com determinadas permissões de acesso.

É importante destacar que espaços de trabalho podem ser divididos em pessoais e de equipe.

  • Espaços de trabalho pessoais são associados a um dado usuário e não podem ser criados manualmente. São um espaço privado para que os usuários mantenham seus próprios recursos.
  • Espaços de trabalho de equipe podem ser criados facilmente (se o usuário tiver a permissão adequada) e vários usuários podem ser adicionados a eles como membros com diferentes direitos de acesso. Um espaço de trabalho de equipe serve como um espaço colaborativo em que os usuários podem compartilhar seus recursos e colaborar utilizando-os.

Você encontra um tutorial em vídeo e instruções passo a passo para usar os espaços de trabalho em nosso guia de introdução.

Elementos de contexto dos espaços de trabalho

O espaço de trabalho é o contexto em que três tipos de ativos estão incluídos: caixas, instâncias e provedores. Compartilhamento de caixas, instâncias e provedores

Para que instâncias, caixas ou provedores fiquem disponíveis em um espaço de trabalho, crie-os dentro dele ou compartilhe-os com o espaço de trabalho que tenha o nível de permissão apropriado.

Funções dos membros. Compartilhamento e colaboração

Ao mesmo tempo, os espaços de trabalho de equipes possuem membros. Os membros dos espaços de trabalho são usuários ou grupos de usuários (por exemplo, grupos LDAP).

Cada membro pode ter um nível de permissão que permita que ele veja diferentes ativos no espaço de trabalho.

Os diferentes níveis são:

  1. Visitante: Visitante: um membro visitante pode ver instâncias, caixas e provedores, mas não pode editá-los. Use essa função para monitorar o que está acontecendo em um espaço de trabalho sem se preocupar que o usuário possa potencialmente quebrar alguma coisa.

  2. Usuário Usuário: um membro usuário pode ver e editar instâncias, ver caixas, mas não pode ver os provedores. Ele tem permissão para implementar instâncias. Use esta função para pessoas que devem aplicar correções e que precisam implementar instâncias, mas não devem editar caixas sem supervisão. Por exemplo, desenvolvedores podem usar direitos de Usuário para implementar ambientes de teste.

  3. Autor: Autor: um membro autor pode ver e editar instâncias e caixas, e também ver provedores. Ele não pode editar um provedor, mas pode ser autor de novas caixas de política. Esta é uma função comum para pessoas que estão criando caixas e administrando o ambiente, mas não devem alterar as credenciais ou adicionar novos membros.

  4. Administrador Administrador: um membro administrador pode ver e editar instâncias, caixas e provedores. Além disso, ele pode alterar permissões de outros membros e outras configurações. Ele tem as mais altas permissões entre todos os membros. Use esta função para líderes de equipe do espaço de trabalho.

Permissões de espaço de trabalho em organizações federadas

Se a sua organização for federada a outras organizações, é possível compartilhar o espaço de trabalho com outras organizações. Ao tornar um espaço de trabalho federado, os administradores da outra organização podem acessar o espaço de trabalho e você pode adicionar membros da outra organização ao espaço de trabalho. Isso é útil para obter suporte da equipe de suporte do Cloud Application Manager. É possível federar um espaço de trabalho conosco para nos dar acesso aos ativos para diagnosticar um ticket de suporte.

Se desejar usar este recurso de formas diferentes, entre em contato conosco.

Centro de custos

Um centro de custo é um contexto usado para gerenciar diversos espaços de trabalho da mesma maneira.

Elementos de contexto de centros de custo

  • Um centro de custo agrupa um conjunto de espaços de trabalho.
  • Todos os espaços de trabalho pertencem a um centro de custo que é atribuído quando são criados.

Membros e permissões dos centros de custo

Ser um membro de um centro de custos permite que você gerencie todos os espaços de trabalho pertencentes a esse centro de custos como se você fosse um administrador desses espaços de trabalho.

Além disso, um membro de um centro de custos pode criar e excluir espaços de trabalho dentro do Centro de custos.

Usuários que gerenciam grandes equipes ou vários projetos são geralmente administradores de Centros de custos. A capacidade de criar espaços de trabalho capacita os membros do centro de custos a organizar os usuários e ativos e manter uma visão geral de como tudo está organizado.

Organizações

Uma organização é o nível de escopo mais alto usado para gerenciar vários centros de custos e os espaços de trabalho que eles incluem.

Elementos de contexto de organizações

  • Uma organização inclui um conjunto de centros de custos.
  • Um centro de custos padrão é criado sempre que uma nova organização é criada no Cloud Application Manager.
  • Os administradores da organização podem criar tantos centros de custos quantos desejarem para alinhamento com a estrutura de suas respectivas organizações.
  • Todos os centros de custos e espaços de trabalho pertencem a uma organização.

Membros e permissões de organizações

Os administradores de uma organização podem alterar várias configurações que afetam a organização inteira.
Veja mais detalhes aqui.

Federação da organização

Você pode compartilhar um espaço de trabalho da sua organização com outra organização para que seus ativos sejam acessíveis aos administradores da outra organização. Nesse caso, sua organização é federada.

Como alternar e gerenciar espaços de trabalho, centros de custo e organizações

Você pode usar o alternador de contexto no topo da tela para acessar diferentes espaços de trabalho, centros de custos e organizações aos quais você tem acesso.

Como gerenciar espaços de trabalho, centros de custo e organizações

Isso lhe permite filtrar e pesquisar o escopo certo para o trabalho que você precisa realizar. As instâncias, caixas e provedores disponíveis a você mudarão para refletir o escopo selecionado. Se, por exemplo, você selecionar um centro de custos, poderá ver todas as instâncias, caixas e provedores que estão em todos os espaços de trabalho pertencentes a esse centro de custos.

Veja mais informações sobre o Alternador de contexto .

Compartilhamento de caixas, instâncias e provedores

Quando você cria uma caixa, inicia uma instância ou adiciona um provedor, eles são criados no espaço de trabalho no qual você está trabalhando no momento, ou seja, no que você selecionou no alternador de contexto. Você pode controlar como outros usam isso fornecendo-lhes acesso para visualização ou edição. O acesso para edição oferece aos usuários o mesmo nível de acesso que o proprietário, mas eles não podem excluir o ativo.

  • Quando você compartilha com um usuário, o ativo aparece nesse espaço de trabalho pessoal com a permissão fornecida.
  • Quando você compartilha um grupo SAML ou LDAP pequeno, todos os usuários que pertencem a esse grupo podem acessar o ativo.
  • Se você decidir compartilhar com um espaço de trabalho de equipe, todos os usuários do espaço de trabalho com as permissões correspondentes poderão acessar o ativo.

Quando você compartilha um espaço de trabalho, todos os membros do espaço de trabalho obtêm acesso de acordo com a função.

Um espaço de trabalho é um ambiente compartilhado onde os membros desse espaço podem acessar os mesmos provedores, caixas e instâncias. Os espaços de trabalho são contextuais. Quando você muda de espaço de trabalho, vê um grupo de instâncias, caixas e provedores totalmente diferentes que pertencem apenas a esse espaço de trabalho.

No diálogo de compartilhamento de um recurso, você pode fazer o seguinte:

  • Adicionar um novo usuário ou espaço de trabalho à lista de compartilhamento
  • Remover um usuário ou espaço de trabalho já existente da lista de compartilhamento
  • Alterar as permissões de acesso de um usuário ou espaço de trabalho já existente

Diálogo de compartilhamento

As alterações que serão aplicadas à lista de compartilhamento aparecem destacadas com uma linha pontilhada vermelha e entrarão em vigor quando você clicar no botão Salvar.

Notificações de compartilhamento

Um selo de notificação na forma de um ponto vermelho aparecerá na IU para os usuários que foram adicionados à lista de compartilhamento de um recurso (como provedor, caixa ou instância). O selo inclui um número quando um ou mais novos recursos puderem estar disponíveis lá. Ele aparecerá em vários lugares para garantir que o usuário esteja ciente do novo recurso ao qual ele tem acesso:

  1. Ao abrir o alternador de contexto, os espaços de trabalho com os recursos recém-acessíveis apresentarão o selo com um número representando o total de recursos recém-acessíveis.

    Selo de compartilhamento no alternador de contexto

  2. Ao acessar um escopo com recursos compartilhados, o menu do lado esquerdo também mostrará o selo nos tipos de recursos correspondentes com o número de recursos recém-acessíveis desse tipo

    Selo de compartilhamento no menu do lado esquerdo

  3. Ao acessar a página de tipos de recursos clicando na opção correspondente no menu do lado esquerdo, os recursos recém-acessíveis individuais exibirão o ponto vermelho no item de linha da lista:

    Selo de compartilhamento no item de lista

    Ou no item do quadro:

    Selo de compartilhamento no item de bloco

Ao acessar a página de informações do recurso, o selo será removido desse recurso.

Notificações de compartilhamento por e-mail

Ao compartilhar um recurso, existe a opção no diálogo de compartilhamento de também notificar por e-mail o usuário que foi adicionado à lista de compartilhamento de um recurso. O e-mail será enviado a destinatários individuais e a todos os membros do espaço de trabalho se o recurso tiver sido compartilhado com o espaço de trabalho de uma equipe. Se o espaço de trabalho de um destinatário tiver mais de 0 membros, a notificação de e-mail não será enviada ao grupo desse membro e apenas a notificação da IU será fornecida a eles.

Como remover todas as notificações de uma vez

Há também um novo ícone de sino na barra de navegação superior que oferece a opção de remover todas as notificações de uma vez, assim o usuário se livra de todas as notificações existentes atualmente na IU.

Opção de remoção de todas as notificações

Exemplo de compartilhamento

Digamos que você tenha uma caixa Jenkins que integre e apresente códigos para teste. Você deseja colaborar com outros especialistas em Jenkins para tornar a configuração da caixa altamente utilizável. Então você fornece ao espaço de trabalho deles acesso para edição. A seguir, a equipe de controle de qualidade precisa dessa caixa para implementar e executar testes, então você fornece ao espaço de trabalho deles acesso para visualização. Agora a equipe de controle de qualidade pode implementar instâncias Jenkins, mas como seria de se esperar, ela não tem permissão para alterar a definição da caixa Jenkins subjacente.

Observe que provedores e caixas de política não podem ser compartilhados com espaços de trabalho que não estão no mesmo centro de custos. Isso evita que usuário fora de um centro de custo implemente instâncias que aumentarão o custo associado a outro centro de custo.

Compartilhamento com outros usuários

  1. Na página de informações da instância ou do provedor, clique em Compartilhar.

    Botão de compartilhamento

    Ou, na página de informações da caixa, clique no ícone do lápis na seção de colaboradores.

    Botão de compartilhamento da caixa

    Obs.: OBSERVAÇÃO: você também pode acessar o diálogo de compartilhamento das caixas pelo ícone da engrenagem na página de lista de caixas.

  2. No diálogo de compartilhamento, comece a digitar o nome dos usuários ou espaços de trabalho com os quais você deseja compartilhar e selecione-os.

    Busca de compartilhamento

  3. Para cada usuário ou espaço de trabalho que você adicionou, forneça acesso para visualização ou edição. Eles recebem acesso para edição como padrão.

    Modo de compartilhamento

Parar de compartilhar

Para descontinuar o compartilhamento com um usuário ou espaço de trabalho, abra o diálogo de compartilhamento e remova-os.

Remover compartilhamento

Transferência de propriedade

Às vezes, porque sua função na organização muda, você pode querer transferir um ativo que possui para outro usuário ou espaço de trabalho. Para mudar de proprietário, abra o diálogo de compartilhamento e torne outro usuário ou espaço de trabalho o proprietário.

Um ativo só pode ter um proprietário por vez. Somente o dono pode transferir a propriedade.

Transferir propriedade

Considerações de compartilhamento

Compartilhamento de caixas com o modo de acesso certo

Quando você deseja que outros alterem sua configuração de caixa atual ou colaborem com você para definir uma caixa melhor, forneça-lhes acesso para edição à caixa. Dê acesso para visualização somente quando eles precisarem utilizar sua configuração de caixa, mas não fazer alterações, como implementação, por exemplo.

Somente visualização dá acesso a versões da caixa, não ao estado atual de sua configuração (esboço), que pode ou não ser estável. Quando estável, os scripts e variáveis estão funcionando, dê uma versão à caixa e a seguir forneça acesso para visualização àqueles que precisarem.

No modo de visualização, os usuários recebem automaticamente acesso a todas as versões de uma caixa, mas não podem compartilhar com outros. Eles podem fazer o seguinte:

  • Acessar todas as versões da caixa no modo somente leitura.
  • Implementar uma caixa.
  • Ver eventos e variáveis.
  • Puxar uma versão de caixa para o editor de ciclo de vida da instância para atualizar a configuração.

Compartilhamento de instâncias

Algumas razões para compartilhar instâncias são deixar outros usarem a instância ou obter ajuda com testes ou depuração, por exemplo. No último caso citado, você pode obter ajuda dando-lhes acesso para edição à sua instância. Isso permite que eles façam alterações à configuração da sua instância.

Além disso, você pode dar acesso de visualização para tornar uma instância disponível para outros usarem, algo como associação. Por exemplo, embora o acesso para visualização a uma instância de um banco de dados impeça que os desenvolvedores façam alterações à configuração do banco de dados, eles podem se associar a ele e executar testes.

Compartilhamento de provedores

O compartilhamento de provedores tem seus benefícios. Você pode dar acesso de visualização a provedores aprovados pela empresa e permitir que os usuários implementem esse provedor específico. Quando equipes são implementadas em um provedor compartilhado, você pode monitorar de forma coesiva o uso e a conformidade em toda a organização.

Se você compartilhar um provedor com acesso de edição, o usuário terá acesso total ao provedor, permitindo que ele edite suas informações, habilite/desabilite serviços, sincronize seu estado ou até acesse o console do fornecedor, se o tipo de fornecedor permitir isso.

Como compartilhar com pessoas ou grupos em várias organizações

Compartilhamento de espaços de trabalho da equipe

Para compartilhar um espaço de trabalho da equipe com outras organizações, você deve ser um administrador da organização, administrador do centro de custos ao qual o espaço de trabalho da equipe pertence ou o administrador dos espaços de trabalho da equipe. Neste artigo, consideramos que o usuário é um administrador da organização.

Para compartilhar um espaço de trabalho da equipe nas organizações você precisa seguir as próximas etapas:

  1. Se a organização com a qual você deseja compartilhar ainda não está visível na seção Organizações da página de configurações do espaço de trabalho, você deve enviar uma mensagem à área de suporte solicitando que a organização com a qual você deseja compartilhar seja federada com sua própria organização.

  2. Depois que a equipe de suporte federar a organização com a qual você deseja compartilhar, ela deve aparecer no menu de configurações do espaço de trabalho. Clique no botão do lápis no bloco do espaço de trabalho correspondente no alternador de contexto para acessar suas configurações.

    Configuração de espaços de trabalho de equipes

  3. Na seção Organizações você pode permitir o Compartilhamento do espaço de trabalho da equipe com qualquer organização que seja federada com sua organização.

    Compartilhamento de espaço de trabalho com uma organização

    Clique no botão "Compartilhar" da organização à qual o usuário ou grupo com o qual você deseja compartilhar pertence.

    Confirme que você deseja compartilhar o espaço de trabalho da equipe

    Clique em Confirmar no diálogo de confirmação.

  4. Agora você pode adicionar qualquer usuário ou grupo da organização com a qual você compartilha à seção Membros do espaço de trabalho. Os usuários ou grupos dessa organização aparecerão no look-ahead, como qualquer outro membro da sua organização.

    Permitir a um usuário acesso aos espaços de trabalho da equipe

    Como padrão, todo membro é adicionado com a função de Usuário, mas você pode alterá-la para a função adequada. Para obter mais informações sobre funções, consulte Espaços de trabalho - Compartilhamento e colaboração

    Adicionar usuário com função adequada

    Observe que todo membro da lista tem o nome da organização à qual ele pertence abaixo do nome do membro, junto com seu endereço de e-mail.

  5. Agora que o usuário foi adicionado, ele pode ver o espaço de trabalho da equipe e acessá-lo com a função correspondente que lhe foi atribuída no espaço de trabalho.

    O usuário pode ver o espaço de trabalho da equipe

Parar de compartilhar espaços de trabalho da equipe com um usuário específico

Para parar de compartilhar um espaço de trabalho da equipe com outras organizações, você deve ser um administrador da organização, administrador do centro de custos ao qual o espaço de trabalho da equipe pertence ou o administrador dos espaços de trabalho da equipe. Neste artigo, consideramos que o usuário é um administrador da organização.

Para parar de compartilhar um espaço de trabalho da equipe nas organizações, você precisa seguir as próximas etapas:

  1. Vá para as configurações do espaço de trabalho da equipe.

  2. Remova o usuário da lista de membros.

    Remover usuário

    Clique em Remover no diálogo de confirmação.

    Confirmar remoção de usuário

  3. De agora em diante, o usuário não verá mais o espaço de trabalho.

    O usuário não vê os espaços de trabalho da equipe

Parar de compartilhar espaços de trabalho da equipe

Para revogar o acesso de compartilhamento do espaço de trabalho de uma equipe com outras organizações, você deve ser um administrador da organização, administrador do centro de custos ao qual o espaço de trabalho da equipe pertence ou o administrador de espaços de trabalho da equipe. Neste artigo, consideramos que o usuário é um administrador da organização.

Para revogar o acesso de compartilhamento do espaço de trabalho de uma equipe você precisa seguir as próximas etapas:

Quando você deseja revogar acesso, precisa assegurar que não haja nenhum membro da organização do qual você deseja remover o acesso. Se houver algum, remova-o primeiro seguindo as etapas acima. Quando não houver membros da organização, basta apertar o botão "Revogar acesso" na seção "Organizações" da página de configurações do espaço de trabalho.

Revogar acesso

Clique em Revogar acesso no diálogo de confirmação.

Confirmar revogação de acesso

Nesse momento, nenhum usuário ou grupo dessa organização estará disponível para ser adicionado como membro ao espaço de trabalho.

Como obter suporte geral

Os clientes podem contatar diretamente a central de suporte de operações globais da Lumen (suporte técnico) para obter ajuda com o Cloud Application Manager, bem como para qualquer outro produto compatível no qual eles estejam inscritos. Veja abaixo as três formas de obter ajuda.

Contato:

  1. Telefone: 888-638-6771

  2. E-mail: E-mail: incident@centurylink.com

  3. Criar um ticket no Cloud Application Manager: Diretamente dentro da plataforma, os usuários podem "Criar ticket" clicando no símbolo "?" no canto superior direito, próximo ao ícone do perfil de login do usuário. Isso leva o usuário diretamente ao Portal de serviços gerenciados, onde ele pode abrir, rastrear e revisar o status dos problemas que foram relatados ao suporte técnico. Além disso, essa é também a maneira de envolver um TAM.

Instruções:

  1. Informe seu nome
  2. Nome da conta do CAM
  3. Uma breve descrição da solicitação ou do problema para fins de registro do caso

O suporte técnico transmitirá as informações ao TAM principal e transferirá a chamada, caso necessário.

Powered by Translations.com GlobalLink OneLink SoftwarePowered By OneLink